quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Presidente da Coreia do Norte pune técnico e jogadores

Desapontado com o desempenho da seleção da Coreia do Norte na Copa do Mundo, o presidente Kim-Jong-il deu uma bronca de quase seis horas na delegação que esteve no Mundial.

A equipa asiática, que foi eliminada ainda na primeira fase, foi obrigada a passar pela humilhação diante de 400 pessoas no Palácio de Governo.

O integrante que mais sofreu com a ira do chefe norte coreano foi o técnico Kim Jong-Hun. O treinador foi obrigado a realizar trabalho braçal na construção civil como punição pelo fracasso na África do Sul.

É comum no país, que atletas e técnicos que não tenham êxito nas competições, façam trabalho forçado como forma de punição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

;