segunda-feira, 8 de novembro de 2010

SUSPENSÃO DO ENEM


Juíza federal suspendeu Enem, em caráter liminar, nesta segunda-feira.
Ministro disse que não cogita refazer prova do sábado para todos os inscritos.
O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira (8) que o ministério irá tentar reverter a decisão da Justiça Federal do Ceará de suspender, em caráter liminar, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O ministro disse ainda que não trabalha com a hipótese de anular o exame nem de refazer as provas aplicadas no sábado (6) para todos os inscritos.
decisão foi tomada nesta segunda-feira pela juíza federal da 7ª Vara Federal, Karla de Almeida Miranda Maia, que aceitou a argumentação de ação civil pública do Ministério Público Federal. A ação afirma que erros no exame causaram prejuízo para os candidatos.
No caso das provas amarelas, o ministro da Educação afirmou que a falha do controle de qualidade da gráfica em 21 mil provas, é uma porcentagem muito pequena. "O Inep fez a checagem da matriz da prova, que não tinha problemas. Não tinha como folhear todas as provas", afirmou.
O ministro enfatizou que o MEC recorrerá da decisão, caso a juíza não se convença de que os estudantes não serão prejudicados com a aplicação de uma nova prova. "Já tivemos inúmeras liminares contra o Enem. Quando esclarecemos à Justiça, o que tem acontecido é a revisão dessas liminares. É uma questão de levar às autoridades competentes as informações corretas", garantiu Haddad.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

;