segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A lei e a covardia dos anônimos da web

Uma coisa que sempre me incomodou muito na internet, mesmo antes de começar a escrever nela, é a covardia dos comentaristas anônimos, que se escondem sob pseudônimos, alcunhas, niks, apelidos, codinomes e o diabo a quatro.

Há os mais preguiçosos que se assinam simplesmente assim: "Anônimo". Já vi blogs em que praticamente todos os comentaristas escondem suas verdadeiras identidades das mais diversas formas. Gostaria de saber: por que? e o que é mais pior há blogueiros que postam todos os anonimos, não importa se vai ofender alguém ou não,
quer ver o circo pegar fogo, ou que vai dar ibope.

É difícil explicar as coisas que nem entendo - por isso, fico me perguntando. O que leva uma pessoa a gastar seu tempo emitindo opiniões o dia inteiro em blogs e se recusar a assumir a própria identidade? Tem vergonha ou medo do que escreveu?

O que eu não sabia era que a Constituição Federal de 1988 já trata destes casos, "Estabelece no Capítulo dos direitos e deveres individuais e coletivos a liberdade de manifestação do pensamento, vedado o anonimato (inciso IV do art. 5º).

"Prevê como antídoto a qualquer abuso eventualmente cometido o direito de resposta proporcional ao agravo, além da indenização pelos danos materiais ou morais à imagem (inciso V do art. 5º)".

Será que sabem disso os que despejam anonimamente seus ataques rasteiros e preconceitos doentios na internet? Sabem eles que hoje há recursos tecnológicos para descobrir a origem das mensagens criminosas, mesmo quando anônimas, e que a Justiça já está processando e punindo seus autores.

Um comentário:

  1. Concordo com você, há pouco tempo, passei a postar comentários anónimos em meu blog, desde que estes não sejam ofensivos a mim ou a outros.
    No inicio de minhas postagens, nem isto eu fazia, usava da prerogativa da CF e apagava todos os comentários anónimos.
    Ps. nunca comentei anónimo em nenhum blog.

    ResponderExcluir

;